segunda-feira, 6 de junho de 2016


 Depois de o terem escarnecido, despiram-lhe a púrpura e o vestiram com as suas próprias vestes. Então, conduziram Jesus para fora, com o fim de o crucificarem.
E levaram Jesus para o Gólgota, que quer dizer Lugar da Caveira. Deram-lhe a beber vinho com mirra; ele, porém, não tomou. Então, o crucificaram e repartiram entre si as vestes dele, lançando-lhes sorte, para ver o que levaria cada um.Era a hora terceira quando o crucificaram.(Mc.15.20,22-24)

Jesus, Deus encarnado, foi cravado e erguido numa cruz, fora de sua cidade, como sinal de vergonha e horror, com uma acusação,  escrita nas três principais línguas de sua época. Posto entre dois criminosos, foi escarnecido principalmente pelos mais religiosos e conhecedores das escrituras.

Cristo morreu pelos nossos pecados, cumprindo-se o que  fora dito pelos profetas do Antigo Testamento acerca do Messias. A crucificação naquela época era considerada o mais “cruel dos castigos”, visto que os criminosos eram sentenciados e levados à cruz como punição por terem cometidos tais delitos.

Que crimes Jesus  cometeu?
Nenhum, todavia, assumiu essa condição substituindo quem de fato merecia a punição pelos erros que cometeu (pecador), o justo tomou o lugar dos injustos ( Pecadores que são considerados inimigos de Deus), concedendo-lhe a oportunidade para reconhecerem sua condição de pecador. Felizes são os que, humildemente, reconhecem esse fato.
Deus se identificou perfeitamente na pessoa de Jesus Cristo, porém sem ter cometido pecado algum (2 Co.5.21). Constituindo-se o único e verdadeiro homem sem pecado, cumpriu integralmente o plano original de Deus para o ser humano.


O homem estava morto em seus pecados, todavia, quando passa a crer verdadeiramente na morte expiatória de jesus, passa a ser promovido de condenado, à posição de filho de Deus. Deixando a condição de homem “ natural” ou “ da alma” que vive em função de um “ espirito não regenerado”, ou seja, completamente inclinado às vontades da terra, do pecado e das trevas. Para receber o Espirito santo, que além de dar vida ao nosso nos abre a visão ao conceder-nos o poder do discernimento. Com isso, deixamos de ser apenas “ almas viventes” para sermos guiados pelos Espirito Santo.

sábado, 4 de junho de 2016

Ao mestre de música. Um salmo de Davi. Depositei toda a minha esperança no SENHOR, e Ele se inclinou para mim e ouviu meu clamor:
2tirou-me do fosso fatal, do charco lamacento, assentou meus pés sobre uma rocha e orientou meus passos.
3Em minha boca colocou uma nova canção, um cântico de louvor ao meu Deus. Que muitos possam compreender o que me aconteceu e venham a adquirir confiança e temor no SENHOR.
4Extremamente feliz é aquele que no SENHOR deposita sua plena confiança e quenão segue os arrogantes, nem aquelesque cultuam a mentira.
5Ó SENHOR, quantas maravilhas tens realizado, bem como teus desígnios! Quisera eu poder proclamá-los e pregá-los todos, mas são por demais numerosos.
6Fizeste-me compreender que nem oferendas e sacrifícios desejaste; não requereste de mim holocaustos para remir meus pecados.
7Então declarei: Eis aqui estou! No pergaminho está escrito a meu respeito.
8Tenho imensa alegria em fazer a tua vontade, ó meu Deus; a tua Lei está no íntimo do meu ser.
9Às multidões anunciei os teus atos de justiça, pois meus lábios não se puderam conter, como tu mesmo sabes, ó Eterno.


Davi oferece ao Senhor ações de graças e louvores pelos livramentos que recebera em várias situações aflitivas do passado. Um salmo em que as lembranças das misericórdias e intervenções do Senhor no passado motivam o crente a confiar totalmente no socorro de Deus em todas as horas, Deus é benevolente para com todos aqueles que nele confiam.

Bem – aventurado é aquele que aceita o convite da graça divina e recebe o Senhor como Pai. É incomparável a felicidade conquistada pelo crente que obedece a palavra do Senhor, pois ela é eterna e não se desvanece ao longo dos embates diários desta vida (Sm.31.23).

Os planos de Deus para seu povo são de acordo com seu proposito  soberano e predeterminado. Todas as pessoas que tiveram um encontro autêntico e profundo com o SENHOR, e que experimentam a ação do Espirito Santo de Deus reinando em suas almas e corpos, não conseguem deixar de testemunhar ao mundo o amor e a paz que agora sentem da parte de Deus  mesmo em meio as circunstâncias mais difíceis da vida.

O senhor fez Davi compreender que não eram: oferendas, sacrifícios, tampouco holocaustos poderiam remir seus pecados, e sim um coração contrito que tem a imensa alegria em fazer a vontade de Deus, reconhecendo sua penúria espiritual e total dependência de Deus.


O exemplo supremo de amor e obediência ao Pai reside na pessoa de Jesus Cristo, o Messias (Hb.10.5-9). Devemos ser justos e verdadeiros, antes de exigir que outras pessoas o sejam. Os Salmos de Davi sempre reconhecem a justiça, o amor, a lealdade, a graça e a verdade do Senhor.

quarta-feira, 1 de junho de 2016


 Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada.(Mateus 10.34)


Jesus não veio trazer a paz no sentido de uma religiosidade cômoda e inconsequente. O verdadeiro cristianismo é uma mudança radical de vida com implicações conflituosas, inadequações e até perseguições cruéis. Algumas vezes na própria família e, com certeza, neste mundo secularizado, materialista e egocêntrico uma das maiores batalhas do cristão está em sim mesmo, em lutar contra os desejos carnais que os colocam contra o próprio Deus, essa luta é constante, pois se dependesse da vontade do homem ele nunca seria salvo, pois sua carne almeja as coisas e prazeres deste mundo e quanto mais ele busca essas coisas mais inquieto e desesperado fica. A paz do cristão está em sua plena comunhão com Deus. Por isso quem busca freneticamente se dar bem nesta vida, acabará perdendo as  benção inerentes à condição de salvo, agora e eternamente. O cristão não deve buscar o sofrimento ,  nem se desesperar diante dele, mas ter atitude de Jesus: enfrentar as circunstâncias com fé, humildade, e coragem.

O homem salvo em Cristo deve renunciar a si mesmo, para servir com total dedicação ao Senhor  Jesus, como mortos para as demandas do sistema mundial e do nosso “eu”.


Jesus quer partilhar sua força conosco. Além disso, bondade, paciência, mansidão, humildade, são qualidades que nos possibilitam trabalhar e descansar com fé no amor e na soberania do Senhor. Uma pessoa assim será querida  amável, e isso a ajudará a vencer muitos problemas e descansar diariamente em paz.

segunda-feira, 21 de março de 2016


Mateus: 16. 16. E, Simão Pedro respondeu: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”. 17. Ao que Jesus lhe afirmou: “Abençoado és tu, Simão, filho de Jonas! Pois isso não foi revelado a ti por carne ou sangue, mas pelo meu Pai que está nos céus. 18. Da mesma maneira Eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do Hades não prevalecerão contra ela.
Pedro é agraciado com a maior das revelações que uma pessoa pode receber de Deus: a compreensão de que Jesus de Nazaré (o Jesus histórico) é o filho unigênito de Deus, o Cristo prometido (Messias, em hebraico), que significa, ungido, palavra que, no original hebraico, transmite a idéia de uma pessoa escolhida por Deus, separada (consagrada, santificada), e revestida de poder para a realização de uma missão divina e específica na terra (Ex. 29.7,21, 1Sm. 10.1,6; 16.13). No final do AT, essa palavra passou a ter uma conotação particular: referia-se a um rei ideal, ungido e capacitado por Deus para libertar os judeus dos inimigos pagãos e estabelecer um reino de justiça e paz ( Dn. 9.25,26).Por isso na época de Cristo, o titulo Messias tendia a uma compreensão política, nacionalista, revolucionária e Militar e isso fez que Jesus evitasse usar o termo em relação à sua pessoa e missão (Mc. 8.27-30; 14.61-63).Pedro obteve de Deus a revelação de que Jesus é o Messias prometido desde antiguidade, o Cristo. Essa é a pedra ( o alicerce) sobre a qual. a Igreja seria construida e nada poderia deter o seu avanço e o cumprimento da sua missão até o dia do Senhor.
Entenda: Jesus não disse "sobre ti, Pedro"ou "sobre teus sucessores", mas sim "sobre esta rocha" sobre esta revelação de Deus e sobre este teu testemunho de fé em Jesus. Graça e paz!.

quinta-feira, 30 de julho de 2015


                                  
                Evangelho segundo João Parte 1(Cap. 5:19-22)


19Retomando a palavra, explanou Jesus: “Em verdade, em verdade vos asseguro, que o Filho nada pode fazer de si mesmo, mas somente pode fazer o que vê o Pai fazer, pois o que este fizer, o Filho semelhantemente o faz.20Porque o Pai ama o Filho, e lhe mostra todas as coisas que realiza. E maiores obras do que estas lhe mostrará, para que vos maravilheis. 21Pois, assim como o Pai ressuscita os mortos e os faz viver, assim também o Filho dá a vida a quem Ele desejar. 22Assim, o Pai a ninguém julga, mas confiou todo o julgamento ao Filho, 23a fim de que todos honrem o Filho exatamente como honram o Pai. Aquele que não honra o Filho não honra o Pai que o enviou

VERSÍCULO 19
porque o Pai ama o Filho,...Como sendo o seu filho, sua imagem, a glória de seu brilho,e a expressa imagem de sua pessoa; como sendo da mesma natureza e tendo as mesmas perfeiçoes e assim igual a ele.

E mostra-lhe todas as coisas que Ele faz;.... Não como se ele fosse ignorante delas, visto que ele jaz no seio do seu Pai, é a sabedoria de Deus, é o Deus onisciente que conhece todas as coisas; não só todas as coisas nos homens, mas todas as coisas em Deus, até mesmo as coisas profundas de Deus: mas isto é dito do Pai, como consultado com Ele, comunicando os desígnios dEle a Ele; não fazendo nada sem Ele, como nunca fizesse nas obras da natureza, ou da Graça: ele criou o plano de paz, reconciliação, e salvação nEle; Ele fez os mundos por Ele; e Ele não faz nada no governo do mundo sem Ele; e realmente Ele lhe mostra todas as coisas que Ele faz, fazendo todas as coisas; e por Ele, Ele mostra a si mesmo para Ele, e os seus trabalhos para os homens:

E maiores obras do que estas lhe mostrará,... Ou Ele fará maiores obras por Ele do que estas: até mesmo das obras da criação; isto é, a redenção do eleito, a justificação do seu povo pela sua retidão, e perdão dos pecados deles pelo seu sangue, e a regeneração e conversão deles pelo seu Espírito e Graça; qualquer um é um maior trabalho do que a criação do mundo: ou maior do que Ele fez debaixo da dispensação do Antigo Testamento; do que o resgate de Israel para fora do Egito, os conduzindo pelo deserto, e os instalando na terra de Canaã; dando-lhes a lei, os estatus, e ordenações de Deus, e trabalhando milagres entre eles: pois a redenção do povo de Deus, por Cristo, do pecado, satanás, o mundo, a lei, morte e inferno, a publicação do Evangelho, a efusão do Espírito, e montagem da dispensação do Evangelho, são obras maiores do que estas; e mais e maiores milagres foram operados por Cristo do que Moisés, ou qualquer profeta debaixo da dispensação anterior. 


Embora, antes, o sentido seja que aqueles maiores milagres seriam mostrados, e feitos por Cristo, do que estes que Ele tinha feito agora curando um homem da desordem que tinha estado por trinta e oito anos atribulado e ordenado para apanhar a maca e ir embora; como trazer a filha de Jairo de volta à vida, quando morta, e a viúva do filho de Naim, quando ele estava sendo levado à sepultura, e Lázaro, quando ele tinha estado quatro dias morto:


VERSÍCULO 22 

Para que vos maravilheis;... Esse não era apropriadamente a finalidade dessas maiores obras mostradas e feitas por Cristo, que era para provar a sua filiação divina, e sua própria divindade, sua verdadeira Messianidade, confirmar a fé desses seguidores nEle e da glória de Deus; mas isso, eventualmente, os seguiram: alguns se maravilharam com estas obras, e acreditaram nEle; e outros ficaram maravilhados com elas e confundidos com as mesmas. 

Assim o Pai a niguem julga;... Quer dizer, sem o Filho; que é outra prova de igualdade deles: porque, que o Pai julga é certo; Ele é o Juiz da terra inteira; Ele é Deus que julga na terra, ou governa no mundo como seu Filho que trabalham juntos nos negócios da providência: Ele julgou e condenou o antigo mundo, mas não sem seu Filho e pelo seu Espírito, ou na sua natureza divina, que foi e pregou aos espíritos em prisão, então desobedientes nos tempos de Noé; Ele julgou e condenou Sodoma e Gomorra, mas não sem seu Filho; pois YAHWEH, o Filho, fez chover fogo e enxofre da parte de YAHWEH o Pai, nessas cidades, e os consumiu a todos; Ele julgou as pessoas de Israel, e frequentemente os castigou por causa dos seus pecados, mas não sem seu Filho; pois o anjo da presença dEle que ia diante deles; Ele julga todos os homens, e justifica e absolve a quem se agrada Ele, mas não sem o seu Filho; mas pela sua retidão justificadora que Ele imputa a eles; e ao fazer assim, Ele se mostra como justo juiz que julga justamente, e corrige; e Ele julgará o mundo em retidão no último dia pelo seu Filho a quem Ele ordenou; porque o Filho nada faz sem o Pai, o Pai não faz nada sem o Filho, o que mostra igualdade perfeita.
Graça e paz!! 

terça-feira, 6 de janeiro de 2015


Êxodo 26.7-15- "Farás  também cortinas de pelos de cabras para servirem de tenda sobre o tabernáculo; onze destas cortinas farás.( V.8) o comprimento de cada cortina será de trinta côvados, e a largura de cada cortina de quatro côvados; as onze cortinas serão da mesma medida. (V.9) e ajuntarás cinco cortinas em um grupo, e as outras seis cortinas em outro grupo; e dobrarás a sexta cortina na frente da tenda. (V.10) E farás cinquenta laçada na orla da última cortina do primeiro grupo, e outras cinquenta laçadas na orla da primeira cortina do segundo grupo. ( V.11) Farás também cinquenta colchetes de bronze, e meterás os colchetes nas laçadas, e assim ajuntarás a tenda, para que venha a ser um todo. (V.12) E o resto sobejar das cortinas da tenda, a saber, a meia cortina que sobejar, penderá aos fundos do tabernáculo. (V.13) E o côvado que sobejar de um lado e de outro no comprimento das cortinas da tenda  de um lado e de outro no comprimento  das cortinas da tenda, penderá  de um lado do tabernáculo, para cobri-lo. (V.14) Farás também para a tenda uma cobertura de peles de carneiros, tintas de vermelho, e por cima desta uma coberta de peles de golfinhos. (V.15) Farás também as tábuas para o tabernáculo de madeira de acácia, as quais serão colocadas verticalmente." 
Note o mandamento da Palavra que vem como imperativo: Buscai e pensai nas coisas do alto, não nas que são da terra. Em toda a Bíblia encontraremos advertências quanto à termos nossos olhos direcionados no alto em vez da terra.

No tabernáculo de Moisés, que Deus o mandou construir segundo o exato modelo das visões que ele teve no monte, é impressionante a ênfase figurada que o Senhor deu deste assunto. Quando mandou Moisés fazer as quatro coberturas que sobrepunham como teto da tenda da revelação, o Pai Celestial mandou que elas fossem todas bordadas, embelezadas; eram um verdadeiro espetáculo artesanal que ninguém hoje poderia reproduzir, pois a arte não era meramente humana, Deus havia enchido os artesãos com seu Espírito para que pudessem executar o modelo divino ordenado.

Portanto, quando alguém entrava na tenda da revelação, se queria ver algo belo tinha que olhar para cima, para o alto. Mas se conservasse seus olhos no chão não veria beleza alguma, pois Deus nunca mandou que fizessem nenhum tipo de piso, aonde acampavam utilizavam-se da própria terra do local. enquanto o teto era indescritivelmente belo, o chão era feio, de terra. Assim também é na vida cristã, a beleza do andar com Deus está quando aprendemos a olhar para o alto, para Deus mesmo as coisas celestiais; não há beleza numa vida de preocupação, de ansiedade, angustia, tristeza; somente em Deus poderemos ver a beleza de uma vida saudável, repleta de amor, por isso devemos olhar para o alto lá está concentrada toda beleza da nossa vida, olhemos pois para Cristo e sigamos seu exemplo.
Graça e paz!


Hora certa

Marcadores

Total de visualizações de página

Find Us On Facebook

Site Links

Seguidores

Google+ Badge

Social Networks

Translate

Facebook

Flickr Images

Hora certa

Instructions

Recomended

Join The Team

Sponsor

Disqus Shortname

SCIENCE & TECHNOLOGY

Games & Multimedia

category2

About us

Business

Follow us on FaceBook

Palavra que Liberta

Palavra que Liberta

Estamos no Facebook

Sobre Mim

Minha foto

Meu nome é Marcio Jesus .Sou Discípulo de Jesus Cristo , me converti ao Evangelho Bíblico há oito anos, foi a melhor decisão da minha vida. Amo Jesus por seu amor expressado por mim na Cruz . Amor igual a esse já mais existirá, de dar a Sua própria Vida por mim pecador e por você .Tem coias que não suporto : orgulho e falsidade,procuro sempre fazer o bem e valorizar as pessoas que passam pela minha vida.

category1